2 Comentários

TAG: JANTAR LITERÁRIO

LIVRO_16

Eu peguei essa Tag no blog da Michas (La Vie en Rose. CONFIRAM!), e a ideia é organizar um jantar e convidar 11  personagens de livros, maaaas…. existe uma regra (Para dar um pouquinho de graça, né?), cada um deles tem que se encaixar nas exigências abaixo, e uma que eu mesma impus, que consiste em: TODOS OS LIVROS TEM QUE ESTAR NA MINHA ESTANTE!. Vamos lá:

01. Um personagem que saiba cozinhar ou que goste de cozinhar.

Eu escolhi o Butler [Artemis Fowl], porque como mordomo e guarda-costas do Artemis, ele necessariamente tem que saber cozinhar (faz parte do trabalho), e não é qualquer massinha com queijo, mas todo tipo de prato sofisticado. E de quebra, já tenho o melhor aluno da academia da Madame Ko, para manter a ordem, se for preciso. Mas eu espero que não seja… Uh!

LIVRO_26

02. Um personagem que tenha dinheiro para financiar a festa.

Eu convido, não cozinho (sorte de todo mundo) e nem pago! Isso é muito gênio.

Bom… Eu tinha pensado em aproveitar que o Butler esta vindo e chamar o próprio Artemis, para financiar a comilança, mas por nada no mundo ele gastaria dinheiro com isso, e ele também não seria minha melhor alternativa, de qualquer forma… Cleópatra [As Memorias de Cleópatra], seria a melhor pedida! Com todas aquelas festas incríveis e suntuosas, pelas quais ela ficou famosa… Ela não pensaria duas vezes em aceitar. E eu posso ficar toda metida por ter uma rainha entre meus convidados. Yey!

LIVRO_21

03. Um personagem que cause uma cena.

Porque eu convidaria alguém que fosse causar uma cena? Pela emoção?

Essa foi uma exigência um pouco difícil, eu tive que pensar, e encarar a minha estante por algum tempo até fazer click, e a resposta ser completamente obvia. Como não? ZAPHOD BEEBLEBROX! [O Guia do Mochileiro das Galáxias] Quem melhor do que ele para fazer uma cena? E divertida!

LIVRO_20

Então ai esta, senhoras e senhores, minha lista de convidados já tem um mordomo/guarda-costas, uma rainha (super chique, eu), e um alienígena de duas cabeças, que por um acaso é um presidente criminoso procurado pela galaxia inteirinha! Estou indo bem até agora.

04. Um personagem que é divertido e que entretenha.

 A primeira pessoa que me veio a cabeça (direto) foi o Lestat [Crônicas Vampirescas], e eu cheguei a coloca-lo na lista, mas quando fui revisar me dei conta que ele é um VAMPIRO!  Não funcionaria. O coitado passaria o jantar inteiro só olhando os outros comerem, e então tomaria o sangue de todo mundo depois do cafezinho? Nop. Eu não sou uma Frey, os meus convidados entram vivos e saem vivos! É uma pequena regrinha, que funciona para mim.

Então eu rabisquei o nome do Lestat no convite e coloquei o do Will [Rangers – A Ordem dos Arqueiros], porque uma vez ele teve que se disfarçar de bardo, para dar uma de espião para o rei, e até que ele é bom, e toca uma musiquinhas divertidas, e toda boa reunião social precisa de alguém que toque algum instrumento, porque musica agrega!!!

LIVRO_17

05. Um personagem social ou popular.

Este foi tãããão fácil! E este convidado não é só social ou popular, ele é social & popular. Ele é…. Gandalf! [O Senhor dos Anéis] Existe alguém que não goste do Gandalf? – Fora os super-malvados, destruidores da Terra Média, por favor me poupem desta resposta.

Quem melhor do que o bom e velho Gandalf, para manter a paz e a ordem, com todo o tato, entre este monte de gente diferente que eu já convidei? Quero dizer, ele esta mais do que acostumado a lidar com a realeza élfica, humana e hobbits do Condado. Um jantar é moleza para ele. E… Bom, eu tenho esperanças que ele termine a noite com alguns fogos-de-artificio… Será que é pedir demais?

LIVRO_24

06. Um Vilão.

Mais uma vez eu me pergunto, como o causador de cena, porque eu convidaria um vilão? Mas eu conheço o cara perfeito para ocupar este lugar a mesa! Ou quase, talvez ele de um pouco de ansiá nos demais comensais, mas vamos esperar que não. Porque o Frankenstein, embora seja o vilão da estoria, é muito legal, e eu gosto muito dele. Só não sei do lado de quem eu vou senta-lo… E só para constar, eu estou me referindo a criatura, e não ao criador (que para mim é o verdadeiro vilão), e que na verdade não tem nome, mas todo mundo intendeu, né?

LIVRO_22

07. Um casal (que não precisa ser romântico)

Meu casal literário favorito, que eu acho mais perfeito ever, é Sherlock e Watson, mas eu não tenho nenhum livro do Sherlock Holmes na minha estante, então, infelizmente, não posso convida-los. Então, ainda seguindo a linha policial (ha ha), eu convidar o Hercule Poirot (lê-se Herrquile Poarrô) e o seu melhor amigo, o Robin para o seu Batman, capitão Arthur Hastings. E com isso eu dou um ar mais misterioso para a minha singela reuniãozinha, e de quebra aumenta nossa gama de tópicos.  Não tem como isso ficar tedioso!

LIVRO_23

08. Um herói ou uma heroína.

O meu herói vai dançar a Comala mais surpreendente de todos os tempos, que para quem não sabe é uma dança que faz os pés voarem até parecerem um borrão, muito tri!!! Eu já vi o Roland [A Torre Negra] fazendo isso, e garanto, é imperdível! Venha-venha-comala!

Mas não se iludam, o Roland é todo serio, e sem muita imaginação, então eu provavelmente vou senta-lo perto do Zaphod, para estimular aquela cena, sabem… Só espero que o Roland não dê um tiro em uma das cabeças do infeliz… Sera que ele só meio morre se isso acontecer?

LIVRO_19

09. Um personagem que seja subestimado.

Eu vou convidar o Ron [Harry Potter] e coloca-lo na cadeira mais confortável e suntuosa que puder arranjar, para que ele se sinta importante, e compensar o motivo per estar sendo convidado para o jantar, porque simplesmente NÃO É JUSTO!!! O Ron é um máximo e ninguém da realmente valor para ele, e eu não consigo intender o porque. Não faz sentido! E a J.K disse que só não matou ele porque o Rupert Grint é engraçado. O que? Como assim? Eu juro que teria parado de ler Harry Potter se o Ron tivesse morrido… Pronto, desabafei.

LIVRO_18

10. Um personagem a minha escolha. 

Olha que legal, posso escolher alguém que eu simplesmente goste!

Mas na verdade, eu fiquei meio sem opção aqui. Simplesmente não da para convidar o  Butler sem, forçosamente, convidar Artemis Fowl II. Meu cozinheiro tem um trabalho de tempo integral, fazer o que. Mas com ou sem Butler, eu iria dar um jeito de convidar o Artemis. Vou senta-lo bem do meu lado, e ficar só ouvindo os comentários dele… Tão bom…

LIVRO_25

E ai estão todos os meus 11 convidados (espero que caibam todos aqui em casa). Que bagunça! Tem gente de tudo quanto é lugar e tempo, e de todos os tipos. Eu só espero que o Butler seja mais flexível com o menu, e NÃO consulte o Artemis. Sério, não estou afim de comer caviar e cação, obrigada.

Para finalizar: quem quiser fazer esta Tag (que eu achei divertidíssima), sinta-se a vontade, e ponha o link nos meus comentários porque eu quero ver, seja em vídeo ou um post como o meu. E eu vou acrescentar no fim desta entrada para que outras pessoas vejam, também.

A resposta da Michas para esta Tag esta no link logo abaixo, deem uma olhada, as respostas dela (com exação de uma), são bem diferentes das minhas.

TAG; JANTAR LITERÁRIO [Michas]

E, a modelo, que roubou o brilho de todos os livros, é a minha Agatha (adivinhem porque), e eu não consigo fazer nada sem ela , minha parceira de leituras.

Anúncios

2 comentários em “TAG: JANTAR LITERÁRIO

  1. Gente, que lista de convidados eclética! Tem gente de todo tipo haha! Adorei as suas respostas e até hoje não aceitei a falta de importância que o Rony recebe.

    Não li este livro da Agatha que você colocou aí, mas acho que o tenho em minha estante. Vou ver se leio 🙂 Agora já sei como fala Hecule Poirot!! /

    Preciso ler as Crônicas Vampirescas! Adoro o filme Entrevista com o Vampiro e tenho certeza de que vou amar o universo de Anne Rice 🙂

    Beeeijos,

    Michas

  2. Todo tipo, formato e procedência… Eu provavelmente precisaria de um tratamento psiquiátrico depois deste jantar.

    Eu não consigo entender porque o Ron é subestimado, ele é praticamente a alma da festa. Quero dizer, o livro seria chatinho sem ele, a Mione é muito focada e o Harry é um tanto Drama Queen, vamos admitir.

    Eu escolhi “Os Quatro Grandes” porque ele mostra muito do relacionamento entre o Poirot e o Hastings: como eles gostam um do outro… como ele veem um ao outro, que é o motivo para terem sido convidados como casal.
    Fico feliz por ter ajudado com a pronuncia do nome do Poirot, o francês consegue ser um idiota completo, as vezes, aquele monte de letras em uma palavra, que ninguém sabe porque estão lá, já que não devem ser pronunciadas… Quem entende? E a Agatha Christie não ajuda…

    Sim, leia as “Crônicas Vampirescas”! O filme foi uma ótima adaptação (é um dos meus favoritos), de “Entrevista com o Vampiro”, Mas leia “O Vampiro Lestat” também, Alias não deixa de ler. Porque em “Entrevista com o Vampiro” ele é o que o Luis enxerga, que é uma visão muito particular – Só o Lous vê o Lesta desta forma. E… E eu vou parar por aqui, antes de começar a dar spoilers, porque eu AMO esta serie, e acabo sempre me empolgando.

    Obrigada pela visita!

    Kissus,

    Minhoca.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: